Opinião: 
Na década de 1980, quando tive meu primeiro contato com os Algoritmos, um dos mestres com os quais tive a boa sorte de aprender me recomendou a leitura de A Terceira Onda.

Nesta obra Alvin Tofler traçou um retrato - sem usar uma única vez as palavras internet e celular (então inexistentes no vocabulário) - do momento que se avizinhava, e que agora é realidade: novos desafios, novos valores éticos, novas profissões, novos, novas, ...

Tofler chamou de Primeira Onda os milênios antes da Revolução Industrial; de Segunda, o piscar de olhos de três séculos da modernidade; e de Terceira, o momento que então surgia com a multiplicação das telecomunicações.

 
Habituamo-nos ao pacote pronto, e isso já não basta. Adeus à Segunda Onda!
Tornou-se necessário ver o conjunto da obra.
A multidisciplinaridade é fundamental.
Saber contextualizar é benéfico e exigido para a compreensão do mundo em que vivemos.
A matemática, dentre outras, ensinada na Escola já não serve.
A questão vai muito além das nossas fronteiras, gerando preocupação nas melhores comunidades de educadores do planeta.
Pensar, tornou-se preciso!
A nova realidade exige o esforço de raciocinar.
Há um infinito de informações ao alcance de qualquer pessoa do planeta e, como Tofler bem afirmou, comunidades remotas estão migrando, de um só salto, da Primeira para a Terceira Onda.

Nosso Método se insere nesta realidade:

trabalhamos com o diálogo e o questionamento,
ao mesmo tempo em que condenamos a aula meramente expositiva.